Transformação Digital

Cadeia de Suprimentos e Suas 5 Etapas Fundamentais

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

A Cadeia de Suprimentos, aqui apresentada como Supply Chain – também conhecida por outros termos como; pipeline logístico, cadeia de fornecimento ou rede logística – é a área de uma empresa responsável pela interação com os fornecedores de matéria prima, os ativos desenvolvidos na indústria, transporte e armazenamento dos mesmos em depósitos, encaminhamento para distribuidores e por fim a disponibilização para o varejo onde o cliente final realizará a compra. Supply Chain é, portanto, toda a cadeia de valor da indústria, desde os seus fornecedores até chegar ao cliente final, o motivo pelo qual a cadeia existe.

Separei as quatro macro etapas do Supply Chain Management, para exemplificar, vamos tratar o funcionamento da cadeia de suprimentos utilizando o exemplo de empresas que envasam água mineral.

Primeira Etapa: É nessa etapa onde está o fornecedor de matéria prima, nesse caso podemos citar as indústrias de transformação de plástico, que são utilizadas para a produção de embalagens.

Segunda Etapa: A segunda etapa é a etapa de transformação, momento em que a indústria envasa a água nas embalagens. É nesta etapa que ocorre o cerne da operação das indústrias de um modo geral.

Terceira etapa: Nesse momento ocorre a armazenagem. Os armazéns podem ser tanto da Indústria como de distribuidores. Em alguns casos essa etapa se divide, entre os armazéns da indústria e dos distribuidores. A gestão de armazéns é um dos grandes desafios para se desenvolver uma gestão de cadeia de suprimentos efetiva, vou tratar deste assunto em um post futuro.

Quarta etapa: É onde ocorre disponibilização no varejo. Na indústria da água, por exemplo, pode ser um ‘distribuidor’ que faz a entrega no domicílio do cliente final, ou disponibiliza em um ponto de venda, podendo ser um mercado, bar ou restaurante.

É nessa etapa que existe a relação com o maior ativo de toda essa cadeia, o cliente. Sem ele nada mais tem razão para existir.

A seguir, vou descrever uma etapa “invisível”, muito importante, mas às vezes esquecida.

Etapa paralela: É a única etapa virtual, ou seja ela não se dá em um único armazém. Esta etapa ocorre simultaneamente a todas as demais, que nos últimos anos tem ganhado muito destaque. Trata-se do fluxo de informação; onde e como as operações acontecem. É nessa etapa que acontece a chamada de um pedido do distribuidor para a Indústria, por exemplo. É auxiliada por softwares de Supply Chain Management, ou até mesmo por Plataformas de E-Commerce especialistas em B2B.

É cada vez mais importante que as indústrias (de todo e qualquer seguimento) dominem toda a sua Cadeia de Suprimento. As operações mais bem-sucedidas (de empresas que vão desde pequeno até grande porte) são suportadas por uma cadeia 100% integrada.

Nos vemos no próximo post!

Previous post

Aumento de Vendas é a Principal Motivação para Indústria Lançar um Site de e-Commerce B2B

Next post

This is the most recent story.

Eladio Isoppo

Eladio Isoppo

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *